facebook
Ir para o conteúdo

Após criticar fortemente Dilma, Ary Fontoura é xingado de “bicha” e acusado de estar “senil”

Numa fala corajosa, Ary Fontoura aproveitou sua passagem na mais recente edição do Domingão do Faustão para mandar um recado à presidente Dilma Rousseff:

“Fala-se muito que impeachment é um golpe, sobretudo a presidente do Brasil. Eu gostaria de mandar um recado para ela: a senhora está empregando a palavra errada. Golpe quem deu foi a senhora. A senhora deu um golpe e foi golpe baixo, quando prometeu uma infinidade de coisas para seus eleitores e não cumpriu.”

Minutos depois, o desabafo já estava em vídeo na web:

Estranhamente, alguns governistas aproveitaram o recado como deixa para lembrar às redes sociais que o ator seria um homossexual idoso. Mas escolheriam termos bem desrespeitosos.

Marcos, um paulista que se apresenta como o número 50 de uma fila de processados por Aécio Neves, chamou o ator de “bicha velha”, acusou-o de estar senil, de ser mau e de ser o “Félix da vida real“.

Um usuário que se apresenta como o personagem Zé Pequeno, mas não esconde que seria socialista, lulista e dilmista, também achou por bem intervir na conversa alheia para alertar que o ator seria gay e idoso.

João é do Nordeste e, no nome de usuário, se descreve como “cientista social”, ainda que em inglês. Achou que seria oportuno mandar um estranho recado para Ary Fountoura: “Bicha de direita, nem fogo aproveita”. Alguém entendeu?

Miguel se descreve como “ladrão de pato”. Foi mais um a achar oportuno acrescentar a informação de que Ary Fontoura não só seria idoso e homossexual, mas também “revoltado”.

Com 83 anos, Ary Fontoura é, sem sombra de dúvidas, um idoso. Se estaria senil, só médicos podem dizê-lo, mas dificilmente teria condições de participar de uma transmissão ao vivo na TV. Se é uma pessoa má, talvez amigos possa vir a público esclarecer.

Sobre ser homossexual ou não, só cabe a ele tornar isso público, ainda que não caiba a exploração da característica numa discussão como essa. No entanto, chama atenção – e lamenta-se – o fato de os quatro indivíduos acima estarem justamente do lado que se vende como a voz política dessa minoria. Destaca-se também o fato de as militâncias organizadas se manterem em silêncio diante do ocorrido – para não atingirem o PT.

O posicionamento político de artistas é sobrevalorizado no mundo todo, em especial no Brasil. Mas a coragem de Ary Fontoura em verbalizar um opinião tão forte, em idade tão avançada, vindo de um meio tão refém de um único modo de entender o mundo, é digna de aplausos.

Já os ataques à suas preferências sexuais, independente de quais sejam, são merecedores do mais barulhento repúdio.

Que aqueles que de fato se importam com isso não fiquem calados.

Curtiu o texto? Contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor e/ou siga-o no Twitter e Facebook.