facebook
Ir para o conteúdo

Após impeachment, avaliação negativa do governo desaba de 62% para 28%

Os institutos de pesquisa têm uma missão para os próximos meses e anos: decidir se o governo Temer será avaliado em separado, ou tudo continua como mandato da chapa Dilma/Temer. A pesquisa CNT/MDA achou por bem considerar o segundo caso. Por ela, entende-se que a crise política, iniciada com os protestos de junho de 2013, e potencializada com a reeleição em 2014, arrefeceu aos patamares de três anos antes.

Há um ano, a avaliação negativa do Governo Federal atingiu o pior resultado (72%), mas recuperava-se muito lentamente, caindo a 62% em fevereiro passado. Com o afastamento de Dilma Rousseff, o índice sofreria uma brusca redução, batendo em 28%. A avaliação positiva, que já foi de 20%, chega a 30%, que, se não parece muito, é ao menos o melhor resultado da atual gestão.

Resta observar se inicia-se com o governo Temer uma curva positiva ou tudo não passa de boa vontade momentânea do brasileiro aguardando resultados do novo chefe do executivo. Afinal, um em cada quatro brasileiro declarou aos pesquisadores que simplesmente não sabe avaliar a atual situação do país.

Curtiu o texto? Contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor e/ou siga-o no Twitter e Facebook.