facebook
Ir para o conteúdo

Fim da contribuição obrigatória fez arrecadação dos sindicatos cair 88%

Desde que a reforma trabalhista foi aprovada pelo governo Temer, os sindicatos brasileiros só passaram a recolher o imposto da categoria mediante autorização por escrito dos funcionários. Imaginava-se que, com isso, houvesse uma queda na arrecadação. Só não era possível antever que o rombo seria tão grande.

Em abril de 2017, os sindicatos laborais arrecadaram mais de um bilhão de reais em impostos. Um ano depois, e já com a nova regra, o valor arrecadado mal passou de R$ 100 milhões, uma assustadora queda de 90%. A média, contudo, tem sido um pouco mais baixa, conforme o valor destacado no título.

O que, claro, pode ser comemorado, uma vez que confirma-se que o tributo não passava de um engodo que não se justificava. Do contrário, de libre e espontânea vontade, o povo brasileiro faria por onde contribuir.

Curtiu o texto? Contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor e/ou siga-o no Twitter e Facebook.