facebook
Ir para o conteúdo

Mesmo com pesquisa mostrando queda, 3 em cada 5 famílias brasileiras seguem endividadas

E nem há como apontar a queda de 61,6% para 59,6% como fruto de alguma boa política governamental. Segundo a representante da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo ouvida pelo G1, a leve melhora “evidencia a retração do consumo com uma cautela maior do consumidor”.
Tanto que houve crescimento no percentual de famílias que se descrevem na Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor como “muito endividadas”. Há um ano, eram 12%, mas agora são 14,5%.
E houve quem se indignasse com as dedicatórias à “família brasileira” durante a votação do impeachment de Dilma.

Curtiu o texto? Contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor e/ou siga-o no Twitter e Facebook.