facebook
Ir para o conteúdo

Na semana do impeachment, rolou uma disputa entre o PSDB e Renan e os tucanos perderam

Esse é dos casos que fortalecem as leituras em que a covardia do PSDB nasce do enorme telhado de vidro que possui. Quem escuta os discursos de Aloysio Nunes, por exemplo, conclui sem dificuldades que se trata de um senador implacável, com um tom acima da média. Mas partiu dele um requerimento que adiava a cassação de Delcídio do Amaral junto à Comissão de Constituição e Justiça. Os tucanos queriam tempo para suavizar as acusações feitas pelo líder do governo contra Aécio Neves.

Também citado por Delcídio, mas sem gozar da mesma covardia, Renan Calheiros ficaria revoltado com a decisão e bateria boca com o próprio Aloysio no plenário. A solução partiria dos peemedebistas Eunício Oliveira e Romero Jucá, que, com o consentimento do presidente do Senado, improvisaram ali mesmo uma reunião extraordinária da CCJ. A manobra do PSDB seria derrotada nos instantes seguintes, e Delcídio sairia, um dia depois, derrotado por 74 votos a 0.

Tucanos.

Curtiu o texto? Contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor e/ou siga-o no Twitter e Facebook.